Brasil everywhere

Mudança de endereço: pessoas, mudei o endereço do blog! A partir de agora será: https://registromedico.wordpress.com. Todo o conteúdo desse aqui está lá também! Em breve esse será desativado!


Primeiramente, gostaria de me desculpar pela ausência! Faz muito tempo mesmo que escrevi aqui pela última vez, e desde que saí de férias, em setembro (não, não estou de férias até hoje… infelizmente), não escrevi mais.

Agora estamos todos na etapa final do nosso programa, então alguns de nós, eu inclusive, estão extremamente ocupados com seus projetos (leia-se: extremamente desesperados para terminar tudo a tempo). Mas, como hoje é fim de semana, e eu vim para o laboratório trabalhar e estou esperando uns experimentos ficarem prontos, decidi escrever um pouco por aqui!

Para começar, já não é mais verão. O Outono começou faz um mês, e o ambiente muda totalmente de um dia para o outro. É realmente muito bonito, e o clima fica muito melhor do que aquele extremo calor que faz no verão.

Como estou em clima de despedida já, estou vendo que vou sentir muitas saudades dessa cidade! É incrível como esse lugar consegue me surpreender diariamente por ser tão bonito.

Regata no Rio Charles
Rio Charles

Bom, estava para escrever sobre o assunto de hoje faz algum tempo. Apesar de estar fora do país há 10 meses, provavelmente conheci mais brasileiros aqui do que conheci ano passado no Brasil, por exemplo! Existe um número muito grande de pessoas do Brasil que vêm todo ano para trabalhar/estudar aqui em Boston e que, no fim das contas, se reunem e agrupam por aqui!

Além de brasileiros, a gente acaba conhecendo muito estrangeiro que tem particular interesse pelo Brasil.

Bom, desses grupos, tem uma que se reúne com bastante frequência, que é organizado por uma funcionária do Consulado Brasileiro aqui de Boston, e é incrivelmente bem estruturado e muito legal! Eu acho que o grupo não tem um nome definido, mas costumamos dizer que é o Grupo de Cientistas Brasileiros em Boston, e que agora está se expandindo e recebendo bastante universitários graças ao,  principalmente, Ciências sem Fronteiras. (Mas uma vez repito: eu não sou bolsista do CsF hahaha muita gente tá vindo me perguntar coisas sobre o CsF, e infelizmente não sou o mais indicado para responder!)

Esse grupo é muito grande e formou uma rede bem legal aqui em Boston, com gente de todas as áreas possíveis e muito simpáticas e, o melhor, brasileiras! 🙂

Uma parte do Grupo e Marina Silva, durante a visita dela ao MIT no semestre passado

Então, caro leitor que um dia virá para a Região de Boston, não deixe de procurar esse grupo que é muito legal e está tornando a vida dos brasileiros que vêm para Boston mais fácil e “brasileira”.

Bom, outro grupo que na realidade não é um grupo, mas toda uma fundação, é a Fundação Lemann (acho que não sei, mais, usar vírgulas). Como disse acima, não somos bolsistas do CsF, logo, temos que sobreviver, e a Fundação Lemann é uma das fundações que apóiam a nosso programa de intercâmbio. Espero que todos tenham lido o link e tenham visto que a Fundação dá bolsas de estudos em áreas de planejamento social e políticas públicas com ênfase em educação para Universidades daqui dos EUA.

No começo do ano tivemos um encontro, mas foram apenas com os Fellows que estão em Harvard, e a família Lemann também. Foi aquele fatídico dia em que conhecemos a Presidente de Harvard, Drew Faust (grande abraço, Grandino)

Quinta e sexta passadas tivemos o 2nd Lemann Dialogue, que é um encontro de especialistas brasileiros e americanos que têm como alvo de discussão o Brasil. Nesse ano o tema foi O Futuro das Cidades Globais brasileiras. O que eu gostei mais foi observar as diferenças de apresentações de brasileiros e americanos, e  os pontos de vistas dos americanos sobre o Brasil!

Enfim, a Fundação dá bolsas de estudos para vários brasileiros e estrangeiros, e estes são chamados de Lemann Fellows. Durante esse encontro conheci muitos fellows novos, e foi muito legal, porque tive a oportunidade de conversar sobre milhares de assuntos com muita gente diferente. Por exemplo, conhecemos um fellow que mora em uma favela do Rio (se não me engano era a do Vidigal… mas não tenho certeza mais), e ele mesmo que construiu a casa dele! Também conheci um advogado alemão, que fala português super bem, e conversamos sobre relação entre São Paulo e Rio de Janeiro, até sobre Mercosul, queda do Muro de Berlim e etc! De tudo isso eu penso: por que fui fazer medicina? Hahaha brincadeira, os assuntos médicos me interessam muito mais, mas relações internacionais, economia e políticas públicas me atraem desde meus tempos de colégio e testes vocacionais.

Por fim, finalmente fomos ao Queen’s Head, pub de Harvard, e é sensacional, porque é tudo barato hahaha (estudante é pobre em qualquer lugar do mundo, já diram os sábios).

Parte dos Fellows

E, como estou envergonhado de ter ficado tanto tempo sem aparecer, vou postar novamente em breve! Tenham fé em mim hahaha

Anúncios

8 comentários sobre “Brasil everywhere

  1. Nossa!!!!!!!!Incrivelmente lindo o outono em Boston!!! Mande mais imagens quando der… por aqui, o tempo está muito estranho…eu poderia afirmar que é uma das primaveras mais quentes em SP…você não tem ideia!!! Fora isso…o fato de ser primavera, como sempre, deixa a cidade universitária ainda mais envolvente…com todas aquelas imagens de ipês nas vias principais…lindo demais!!! Adoro essa época. Espero que esteja aproveitando por ai… Bjs, mais uma seguidora!!!

  2. Ae Deco comecei ler seu Blog já tem 1Mês e fiquei aguardando Posts Novos e Nada rs, Continue Postando eu Realmente Amo o Seu Blog rs’

  3. Oi Deco!

    Enfim,você voltou…haha.
    Então, como você conheceu muitos universitários estrangeiros aí, você poderia nos contar quais foram as principais diferenças que você notou entre um universitário brasileiro e um americano. Eles são neuróticos e obsessivos a ponto de competirem e cmostratrem que são THE BEST, ou isso é pura estereotipação??
    É uma sugestão de post…

    Ah, e o Brasil não está muito diferente de Boston quanto ao tempo,viu?Um dia é calor de 35ºC e no outro cai para 18ºC…Primavera bipolar!

    Aguardo retorno!!!

    • Oi Monique!
      Então, pelo pouco que eu vi, existe sim isso. Mas é que Estados Unidos é muito grande, né.. e em geral a parte retratada em filmes ou é Nova York e área de negócios ou então é o meio-do-nada em high schools. Mas por aqui em Boston é tranquilo até, apesar de eles sempre quererem o melhor e se prepararem para isso. Acho que o diferencial entre nós e eles é que eles começam mais cedo com essa mentalidade!
      Acho que farei um post cultural em breve então hahaha obrigado pela sugestão 🙂

      Beijos

  4. Meu sonho é fazer medicina porém nunca fui a melhor da sala.. mas sou uma aluna boa, de notas 7,8. Gostaria de saber se vc acha o cursinho da Objetivo bom, é o unico perto da minha cidade… Acho que será necessario eu fazer uns 3 anos de cursinho mas eu nao vou desanimar .. 🙂
    Obrigada, futuro DOUTOR 🙂

    • Olá!
      Eu fiz Objetivo e gostei bastante 🙂
      O que importa mesmo é ter foco e força! Boa sorte e logo mais você estará desse lado também!
      Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s