Thank you, Boston!

Mudança de endereço: pessoas, mudei o endereço do blog! A partir de agora será: https://registromedico.wordpress.com. Todo o conteúdo desse aqui está lá também! Em breve esse será desativado!


Venho demorando para escrever… parece que ao escrever vou terminar o que comecei um ano atrás, e, ao contrário do que achava naquela época, está sendo difícil de concluir.

Comecei a escrever esse post logo que saí de casa e cheguei no aeroporto, no sábado. Fechei as malas, e quase que metaforicamente começou a nevar!

Imagem

Lembro quando tinha chegado lá, mal sabia que a previsão do tempo realmente funcionava e que não iria nevar tão cedo, mas mesmo assim ficava todo dia ansiosamente esperando a neve. Até que um dia ela chegou! Olhando agora parece até bobagem, mas aquele dia foi bem inesquecível! E como disse um velho senhor que encontrei no trem quando voltava para casa, “a primeira neve é sempre especial”. E realmente foi!

Imagem

E claro, não podia deixar de postar aqui uma foto do meu primeiro boneco de neve que fiz em parceria com o pessoal!

Snowman

E aí foi janeiro! As vezes consigo reviver aquela sensação de que tudo é novo, de descobertas! Lembro da primeira vez que fui ao supermercado, ou então quando peguei o trem sem saber como funcionava. E aquela primeira conversa realmente longa em inglês? Ahh, o inglês! Sempre tive a certeza de que só aprenderia a falar inglês mesmo se eu fosse para o exterior. E bom, é verdade. Demora um bom tempo para o seu cérebro perceber que não adianta funcionar em PT-BR, tem mesmo é que ir para o inglês senão vai passar fome haha e quando isso acontece é tão bom! (E estou sofrendo um pouco para voltar ao português, por incrível que pareça!)

Comecei então a ir para Harvard! E de repente tudo pareceu virar de ponta-cabeça.

Harvard
(sim, peguei algumas fotos do meu instagram pq não achei as originais 😦 me processem)

Ao mesmo tempo que me acostumei fácil com o lugar, percebi que tudo era completamente diferente do que eu estava habituado aqui no Brasil. Tive que aprender a me organizar melhor, organizar horário, organizar meu espaço de trabalho, enfim… organização. Mas mais do que isso, tive que aprender que café é essencial, e mais do que isso, é sempre útil ter uma gaveta como essa no seu ambiente de trabalho:

gaveta da salvaçãoE encontrei minhas companheiras pela primeira vez. Aquelas que estariam comigo todos os dias até o fim do ano! Sim, minhas células! Como disse antes aqui, eu trabalhei com células epiteliais do pulmão, e vou dizer que no início eu gostava delas, depois passei a odiá-las, mas no fim fizemos as pazes e agora até sinto falta delas!

Cells

E ai o tempo foi passando. Um pouco arrastado no início, mas quando vi, já estávamos em março, abril! E como foi passar tão rápido? Pensei que fosse melhor aproveitar mais, porque mesmo achando que dezembro estava tão distante, seria bom fazer aquele tempo sofrido que estava ali valer a pena!

Pois é, estava bem sofrido! Como vocês podem lembrar, escrevi, mesmo que esporadicamente, sobre minhas saudades do Brasil, saudades da família, amigos, da vida e melancolia e tédio! Acho que foi culpa do inverno.

Por mais que eu gostasse do inverno, parece que a gente vai ficando mais triste mesmo com o passar do tempo. Os dias vão esfriando, e aquela empolgação de começo de viagem foi esfriando junto.

Harvard Medical SchoolMas, com o tempo as coisas foram se encaixando! E aí veio abril, maio! De início eu era Andrew. Passado mais um tempo, já era Andre. E mais algumas semanas e já era Deco de novo. E aí me senti em casa, finalmente!

Andrew

Andre

524988_10150869312743087_248553917_n

E com o tempo o inverno foi passando. Começou a primavera! É impressionante como tudo muda por lá: não só o ambiente e o clima, mas as pessoas também! Uma das coisas que mais me impressionou e fez eu repensar meu modo de vida é como os americanos aproveitam a vida ao ar livre! Eles adoram dias de sol, seja para andar, correr, ou para ficar deitado na grama conversando… coisa que eu, nascido e criado em São Paulo, nunca vejo.

Gramado da Medical School
Gramado da Medical School num dia de começo de Primavera

E com o tempo melhor, ficou mais fácil de conhecer a cidade. E quão apaixonante Boston e Cambridge são! Boston é minha cidade preferida no mundo todo, porque ela tem tudo que uma cidade precisa ter, mas não é caótica como São Paulo. Fora que a cidade é muito bonita também! Postei um monte de fotos já esse ano, e vou postar mais algumas hahah provavelmente são repetidas, mas o que importa é a intenção!

426701_10150572289928087_272626947_n 64736_10150644303298087_392608559_n 261836_10151133977503087_134199718_n 423818_10150655659303087_711114811_n 431388_10150644301118087_1824130177_n

 

E, respondendo a pergunta que mais me fizeram durante o ano: SIM, eles realmente comem aqueles cafés-da-manhã que vemos em alguns filmes! E eu mesmo já comi uma vez só, e bom… não almocei depois! haha

528056_10150992479073087_1473392200_n

 

E quando percebi, já era novembro! Meu último mês… e aquela dúvida: quero voltar ou não para o Brasil? Bom, não sei ainda responder essa pergunta… mesmo estando aqui, sinto que deixei muita coisa para trás, mas não conseguiria não voltar para o Brasil (ainda mais porque tenho que me formar???).

Bom, se vocês pedirem para eu resumir todo esse ano que passei em um post, eu vou dizer: É impossível! É impossível descrever aqui tudo que eu vivi, e por mais que eu tente, não consigo escrever algo que traduza o que esse ano significou na minha vida e o quão grato eu sou por ter tido a oportunidade de ter participado dessa experiência de vida que mudou minha vida por completo.

Mas se vocês me perguntarem o que eu levo comigo pro resto da minha vida, de mais importante, eu respondo muito facilmente para vocês:

52567_10151150940468087_119266632_o 292579_425811357444138_1690689475_n 321746_10150572297238087_1811013744_o 332193_2814465133632_1601864813_o 340545_264639433607179_805285637_o 392389_10150866578883087_1697535315_n 458785_390009421060591_612190994_o 470742_385913414803525_637820366_o 523821_10150871664178087_1695725647_n 529945_3514777601006_1232661669_n 538835_500497303312194_1744574160_n 555999_483866041642048_1414086110_n 559230_10150995569493087_1753502582_n 575231_425811230777484_925366446_n 577129_10150871957298087_1995644316_n 704333_568065033220162_586515373_o 704533_10151210643938087_964294658_o

 

São essas pessoas, esses dias, essas festas, esses jantares, essas viagens, essa vida que tive em Boston e que espero ter oportunidade de vivenciar novamente, nem que seja aos poucos. Sou eternamente grato a tudo que me aconteceu, a todos os dias e noites que me alegraram, aquelas horas em que falávamos das saudades que estávamos do Brasil, dos planos para o futuro, da ajuda mútua que sempre existiu, da estranha e incomparável amizade que nasceu por causa de um intercâmbio!

Agora mesmo estava vendo todas as fotos que publiquei no facebook desde o dia que parti do Brasil. E como foi bom fazer isso! Revivi todos os momentos, e percebi que um ano foi tão pouco, e ao mesmo tempo foi tanto. Fiz coisas inimagináveis, realizei uma porção de sonhos que tinha desde criança, conheci pessoas incríveis, e fui feliz!

E pode ser que Harvard venha a ser um ponto a mais no meu currículo, mas essa experiência toda que tive na minha vida é o que realmente conta para mim, e não esquecerei jamais de tudo que passei num país que antes eu olhava com preconceito, mas que aprendi a respeitar e gostar!

So, I just have few words for you Boston: Thank you and hopefully we’ll meet very soon! I’m yours, Boston!!

Anúncios

25 comentários sobre “Thank you, Boston!

  1. Sem dúvida sonhamos contigo nesse intercambio! Acompanhar o blog, as fotos do instagram, do face, tudo dando força pra nós, vestibulandos, continuarmos no nossos objetivos, o meu em particular: a FMUSP! Obrigado por ter dedicado o pouquissimo tempo que te restou pra compartilhar conosco tuas experiências em Boston! Seja bem-vindo ao calor do Brasil, hahaha! Abraço!

    • Lucas!
      Obrigado 🙂
      Tenho certeza que logo mais você também estará realizando esse sonho!
      Boa sorte e força! Se precisar de qualquer coisa, pode falar!
      Abraços

  2. Muito Boom o Post Decãao , tenho certeza que valeu muito a Pena e que com certeza você ira levar essas experiencias pra sempre em sua vida..

  3. Olá Deco!!

    É mesmo muito impressionante como a vida nos leva a lugares que nem sonhávamos estar…
    Eu agradeço por suas postagens e por compartilhar toda a sua trajetória com pessoas tão desconhecidas, você não deve saber o quanto é instigante e animador para quem lê conhecer suas peripécias, principalmente para os estudantes de medicina (eu.. 😀 ) e para os vestibulandos.
    Sem dúvida, tudo isso é fruto de dedicação e esforços infindáveis, que não cessam e não cessarão tão breve(medicina=sacerdócio hahaha).
    Eu descobri seu blog por um mero acaso e, ao mesmo tempo, descobri como um estudante de medicina pode ser multifuncional, e então, eu sai do meu complexo de estudante de 1º semestre, e percebi as minhas múltiplas possibilidades…
    Dessa forma, obrigada pela paciência de responder a TODOS os comentários, tirar um tempinho para escrever aqui e sanar nossas curiosidades e nos despertar ideias.
    Sucesso na volta ao Brasil e que 2013 seja tão emocionante e inovador quanto este ano para você ou melhor!

    Abraços!!

    • Ah, eu coloquei as palavras “Harvard medicina” na pesquisa de imagens do Google e na segunda fileira aparece a foto do seu grupo da USP, no blog uspharvard.blogspot, que fala do intercãmbio e tem uns vídeos de vocês, deve ser de um colega seu…
      Muito legal!!

  4. Oi Deco!!!!

    Venho acompanhando seu blog e o acho maravilhoso….Parabéns!!!!

    Meu sonho é fazer Medicina, mas …poxa vida sempre tem o mas….Masss infelizmente não tenho condições para pagar uma faculdade particular e fazer cursinho neste momento é inviável….
    Tenho 28 anos, sou casada e tenho 1 filha, e preciso trabalhar….minha saída foi a de começar o curso de Enfermagem, estou no 2 Semestre, depois de formar pretendo dar palntões noturnos e então tentar passar em faculdade de Medicina….de preferência USP ou UNIFESP…..sei que é difícil porém não impossível….
    Vc conhece alguém que seja enfermeiro ou algum outro profissional da área que faz plantões noturnos e cursa Medicina?
    Seria muito legal eu ter esses contatos para poder trocar experiência e me dar forçar para prosseguir…..

    Bem-vindo ao Brasil….estamos derretendo de tanto calorrr….rsrsrs

    Abraço

    • Olá!
      Que bom que você está correndo atrás dos seus sonhos, Parabéns! 🙂
      Bom, eu não conheço ninguém que faz plantões, mas ouvi falar que tem algumas pessoas que trabalham mesmo, seja enf ou até mesmo fisio e fono! Desculpa não poder ajudar nisso.
      Mas eu acredito que é viável, apesar de que vai ser bem cansativo.
      Muita boa sorte para você e força ai 😉
      Beijos

  5. Olá Deco, achei super massa você compartilhar todas essas experiencias com as pessoas. Vou fazer cursinho esse ano para medicina na usp também, vai ser o Ano pra ralar muito, mas lendo seus posts vejo que não é impossível de chegar (as vezes parece meio distante hauhuaahua). Conheci o blog a pouco tempo e me diverti mt vendo suas experiências de vida como estudante de medicina, te desejo toda sorte. Abçs

  6. Bem, tem como entrar em contato com vc sem ser pelo blog? É que eu tenho 17 anos e acabei de prestar uns 500 vestibulares para medicina. Sempre fui uma das mais espertas da escola, competi em olimpiadas, recebi premios, essas coisas. Eis que eu decido fazer Medicina e prepotente como todo adolescente costuma ser, achei que se desse uma lida nas formulas de matematica e fisica um dia antes da prova, estava tudo garantido. O fato foi que fiz 70 pontos na USP, 73 na Unesp, fiquei na lista de chamada da PUC, mas não devo ter passado em nenhuma. Ai bate aquele arrependimento, sabe? ” Se eu tivesse estudado e deixado de fazer meu social no cursinho…” Na verdade, se eu tivesse criado vergonha na cara e pela primeira vez na vida tivesse estudado de verdade, eu teria passado, no minimo, em uma particular.
    E é meio depressivo escutar historias de alunos que fazem 5 anos de cursinho antes de passar em uma faculdade, outros que vão estudar fora do país e nao conseguem validar seu diploma aqui, dentre outras odisseiais. E também é deprimemte ver que seus amigos passaram nos seus cursos no Mackenzie e na Puc, mas você vai ter que fazer mais um ano de cursinho. E estudar… E abrir mão de sua vida agitada e cheia de festas… Então, queria conversar contigo, para saber como foi seu ano de vestibulando, o quanto você teve que estudar, se já era um genio antes de ingressar na faculdade, essas coisas…
    Se for possivel, por favor, me de umas dicas, me mande um email, nao sei…
    Mas adorei seu blog e vou começar a segui-lo a a partir de agora.
    E desculpa pelo desabafo de uma menina mimada paulistana. RSRS

    • Oi Amanda!
      Não se desespere haha
      Bom, eu não era um gênio, infelizmente. E durante o cursinho eu estudei bastante sim, mas não deixei de fazer as coisas que eu gostava! Alias, acredito que foi isso que manteve minha cabeça no lugar e me ajudou a passar!
      Não pense dessa maneira, seus amigos passaram nos cursos que eles queriam, mas você quer um mais concorrido, é normal não conseguir logo de cara! Mas posso te garantir que a espera é totalmente válida e recompensadora!
      Então tenha muita força e se dedique ao máximo! Você já está em um bom caminho, só precisa dar uma ajustada em algumas coisas (:
      Boa sorte!!
      Beijos

  7. Oi Deco, como coloquei num cometário que fiz, descobri seu blog por acaso e não consigo parar de ler. (fui dormir ás 4h da manhã) e cá estou lendo novamente e me perguntando se vc é real rsrs, Parabéns aos seus pais, pela sua educação e formação, vc deve ter grande exemplo em casa,
    Tenho 3 filhos 30 anos e um amor platônico pela medicina, lendo seus posts consigo sentir um pouco do que viveria se tivesse me dedicado, mas escolhi o caminho das águas, e agora tenho que ralar em dobro se quiser realizar esse sonho!
    Vou apresentar seu blog ao meu filho de 11 anos, e torcer pra ele ficar tão amarrado como estou 🙂
    Um Grande abraço.
    Bem vindo de volta ao Brasil!!!!
    Fran.

    • Oi Francine!
      Li agora mesmo seu outro comentário!
      Acho muito legal que você tenha decidido voltar aos estudos depois de um tempo parada. Está de parabéns por ir atrás dos seus objetivos (:
      Muito obrigado pelos elogios haha mas sou real sim, e só mostro o lado bom aqui no blog hahah (tá, nem sempre haha)
      Bom, acredito que você tenha tomado a decisão mais sensata para a sua vida no momento, e com certeza vai conseguir se realizar e ser bem sucedida! Eu, pessoalmente, adoro psicologia e acho uma área muito fascinante!
      Desejo muita sorte para você nessa nova etapa de vida (: e volte mais vezes para ir contando como vai indo!
      Beijos

  8. Morava em Boston né!? então vc torcia para o New England Patriots???? hahahahahha
    Patriots são os melhores! pena que nao foram para o Super Bowl esse ano…

    • Sim haha é meio inevitável morar em Boston e não torcer para os times de lá, já que a cidade respira Esportes!
      Mas eles não estavam muito bem na temporada passada.. vamos ver se nessa melhora 🙂

  9. André, desculpa fazer mais uma pergunta, mas é que fiquei me perguntando… pelo que tenho lido sobre o ciência sem Fronteiras, eles pegam o “histórico”. Ai fiquei com duvida se é o histórico ESCOLAR, ou o histórico da faculdade.!?
    pelo que ouvi falar, Harvard só aceita alunos que tiraram A no High School inteiro. é verdade isso?
    Vc quando tentou a vaga no CSF mostrou o histórico escolar só com 9 e 10!? O.o
    uau, tomara que nao seja o hist. escolar, porque então nunca vou conseguir passar no CSF. sahusauhsauuhsauhsa
    Meu colégio é particular e muito difícil, quase impossível tirar média anual acima de 9 (A). kkkkkkkkkkkk
    se for isso já desisto agora! rsrs
    mas mesmo assim acho que as notas da faculdade deveriam valer mais que as escolares, pq o que vc fez na escola nao influencia seu desempenho na faculdade… :/
    mas enfim, desculpa ficar te incomodando! hahahahah
    obrigado, e por favor, agora que vc voltou para o brasil, posta mais vezes por mês no blog!
    até mais. vllw.

    • Oi André!
      Tenho certeza que ja tinha respondido esse seu comentário, mas pelo visto deu erro, e só vi agora! Me desculpe!
      É o histórico escolar da FACULDADE hahaha também chama histórico escolar.
      E bom, não é verdade, acho esa coisa de A. Eles consideram milhares de outras coisas no processo seletivo. Mas eu fui através de um programa em particular da minha faculdade, então não levaram nada disso em consideração.
      Vou postar mais frequentemente mesmo ahha estava meio desistimulado, mas acho que voltei para ficar haha
      Abraços

  10. Oi André, eu não costumo ficar comentando os blogs que eu visito mas,honestamente eu não poderia passar por aqui sem agradecer por você ter me dado esperança de que eu posso basta eu querer e que nada é impossível. Meu sonho é fazer um intercâmbio em EUA e você meu deu um empurrãozinho para eu me esforçar mais e não desistir. Obrigada e sucesso sempre para você. Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s