Cirurgia, MI e PPONGs – Parte 1

Mudança de endereço: pessoas, mudei o endereço do blog! A partir de agora será: https://registromedico.wordpress.com. Todo o conteúdo desse aqui está lá também! Em breve esse será desativado!


————————–
Edit: Bem-vinda turma 102!! Hoje saiu a lista da Fuvest, e minha quinta geração de calouros está chegando! Espero que alguns leitores estejam entre eles! E para quem ainda não conseguiu, muita força e boa sorte esse ano!
————————–

Pessoas, depois de muitas idas e vindas, voltei.

Vou tentar tirar o atraso, postando sobre as outras matérias do quarto ano, já que postei somente sobre a Clínica Médica. Em breve conto como está sendo o internato, possivelmente assim que acabar o meu primeiro estágio, já que estou trabalhando mais que o Alexandre Padilha no Ministério da Saúde.

Já que faz tempo que passou, talvez as lembranças estejam um pouco deturpadas devido ao começo do internato, mas vamos falar de coisas boas:

1) Clínica Cirúrgica

O curso de Cirurgia do quarto ano é parecido com o de Clínica. Assim como lá, somos divididos em grupos, mas dessa vez em ordem alfabética. E, igualmente à Clínica, o curso é divididos nas especialidades: Urologia, Torácica, Cardiovascular, Plástica, Cabeça e Pescoço, Anestesiologia, Vascular e Endovascular, Aparelho Digestivo, Coloproctologia, Pediátrica e Transplantes.

Um pouco de cada um:

a) Urologia – essa especialidade está na moda agora devido aos grandes avanços na área de DINHEIRO. Ter aulas com urologistas ricos e famosos fazia parte do dia-a-dia, além de o setor da urologia do hospital ser todo reformado e bonito. E, para os desavisados, urologia vai muito além do pênis. E, para ajudar na avaliação do curso, o meu professor levou nosso grupo para almoçar num restaurante perto da faculdade! Tem como não dar Excelente?

b) Torácica –  estou me esforçando mais não lembro de quase nada do curso. Só lembro da aula prática que teve com um porco (ativistas que nos perdoem, ou porco pode?) onde fizemos toracocentese, drenagem, etc etc. Foi bem legal, e dá uma segurança a mais quando for fazer nos pacientes humanos mesmo.

c) Cardiovascular – zzzzzz.

Não mudou muito de lá pra cá.
Não mudou muito de lá pra cá.

d) Plástica – *inserindo um comentário sobre o Dr. Rey*… *deletei*. Como foi longo esse curso. As poucas aulas teóricas duraram eternidades, e nos questionamos o tempo todo sobre a origem da vida e como chegamos até aquela sala de aula. E as cirurgias que tivemos que assistir:

Mais sofrido que prova de resistência do Big Brother. Ficar horas de pé pensando na vida, já que quase não dá pra ver nada. Pelo menos se desmaiasse já ia pra maca.

e) Cabeça e Pescoço – o curso foi ótimo, as aulas foram boas e as cirurgias muito legais. Na minha opinião foi o melhor das cirurgias. Nas aulas teóricas, tinha uma assistente que fazia as aulas no Prezi. Dava até vertigem de tanta animação. Mas foi tudo muito bom, e tivemos cirurgias lá no ICESP. Como lidar com tanta modernidade?

Que lugar abençoado!

f) Anestesiologia – vida boa. Assistimos cirurgias sentados, jogando candy crush com os residentes. Anestesio é excelente! Você chega, senta, fica olhando uma tela e depois vai embora. Quase o que a gente faz todo dia aqui nessa internet, né minha gente?

Esperando o anestesio voltar do café pra acordar o paciente
Eu esperando o anestesio voltar do café pra acordar o paciente

g) Vascular e Endovascular – mais alguns cirurgiões ricos e famosos dando aulas. Dizem que cirurgia de varizes são as mais gostosas de serem feitas. Deve ser mesmo! O curso foi bom, aprendi bastante coisa que não sabia ainda, mas não vimos nenhuma cirurgia, infelizmente 😦

h) Aparelho digestivo – ô deus, não sei o que dizer. Então não direi nada.

i) Coloproctologia – nem todos conhecem essa especialidade, mas ela cuida do cólon (intestino grosso), reto e ânus. Em geral trata câncer de cólon ou reto, e as cirurgias são muito legais! E também das hemorróidas, né minha gente!

j) Pediátrica – esotu passando agora pelo estágio de Pediatria do internato, e como dá SAUDADE das crianças anestesiadas nas cirurgias! Só 2 litros de anestesia mesmo pra fazê-las sossegar! Mas foi muito legal, com várias idas à UTI ver os bebês </3.

k) Transplantes – foi aula teórica só zzzz e ganhamos blocos de papel e canetas de patrocinador. Já dá pra entender como funciona, né? Hahaha

Bom, no geral, o curso foi bom. O melhor é que foi depois da Clínica, aí deu pra descansar, já que apesar de ter muitas aulas, a gente tinha mais tempo livre!

Em breve volto para fazer a parte 2: MI e PPONGs! 🙂

Anúncios

27 comentários sobre “Cirurgia, MI e PPONGs – Parte 1

  1. Nada como ler seus posts para dar ânimo no início do 3rão. Sempre vi seu blog e nunca comentei, mas agora cumpro meu dever de leitor. Obrigado, de coração, pelas publicações! Aguardando a parte 2… Abç

  2. Finalmente criei coragem para comentar aqui.
    Deco, vou contar rapidinho minha história pra você: no cursinho não tive coragem de prestar medicina por medo de não passar ( ah se pudesse voltar no tempo). Acabei prestando Relações Públicas na USP, e farmácia em outras instituições. Não passei em farmácia e pensei: se não passei em farmácia, não vai ser na USP que vou passar, vou fazer mais um ano de cursinho, prestar medicina e ser feliz pra sempre *____*…. Só que não. Acabei sendo aprovada no vestibular e muito pressionada por todos a fazer o curso já que ” não se joga fora uma vaga na USP”.
    Hoje tenho 25 anos, sou pós graduada, trabalho em uma grande instituição, mas ainda sou muito infeliz. Nessa idade, e bem estabelecida na vida, está muito difícil juntar coragem para largar tudo e entrar nessa aventura de medicina. E foi assim que encontrei seu blog, pesquisando na internet informações que pudessem me ajudar a não errar novamente na escolha do curso. Ainda não decidi, é muito difícil abrir mão do meu salário e vida estável já que não sou só eu que dependo dele. Enfim, já falei demais, Queria agradecer a você por manter o blog ativo o curso todo, ele é fantástico e tem um papel muito maior do que o que você possa imaginar.
    Em uma semana eu o li inteiro!

    Um beijo!

    • Oi Fabiana!
      Obrigado pelo comentário! Muitas pessoas acabam tomando opções na vida porque foram as que julgaram melhores naquele momento! Nem por isso foram escolhas erradas!
      Espero que você tenha oportunidade de se realizar por completo!
      Boa sorte na decisão aí! Espero que você seja feliz de um jeito ou de outro!
      Beijos

    • Aqui estou eu, engenheiro formado e fruto do medo de prestar vestibular para um curso tão concorrido, indo iniciar a sonhada Medicina numa federal no meio do ano.
      Se você tiver algum apoio familiar e condições técnicas (leia-se poder parar tudo para estudar de novo), tente. Não vai se arrepender.
      Eu também diria que é uma boa época para se prestar vestibular. Com o advento do enem, passar para medicina, nem que seja fora dos grandes centro, está bem mais possível. Pelo que pude acompanhar, poucos cursos “decifraram” o novo modelo de prova, o que entrega uma vantagem absurda pra quem entende e se prepara especificamente para ela. Concentrando meus estudos nas coisas certas, precisei apenas de um ano de cursinho para alcançar o objetivo.
      Espero que tome a decisão correta. Boa sorte!

  3. Deco, por favor não demore muito pra voltar, nós sofremos com a falta de textos novos para ler… cadê o entusiasmo de 2009?huahuah. 🙂

  4. Não suma Deco!! rs Já acompanho seu blog desde o início, comentei pouquíssimas vezes! Medicina sempre foi um sonho, mas nunca tive a coragem de admitir, falar para os meus pais que eu queria a tal da medicina, medo deles acharem que eu sou uma louca sonhadora, e que aquilo não era pra mim! Então, fui pra Farmácia…adoro, claro! Hoje me deu um emprego razoável, sou da usp mas não aluna. Mas quando fico nas aulas da medicina auxiliando os professores, acabo conversando com alguns alunos, e penso que apesar dos meus quase 27 anos, a medicina ainda é um sonho, que preciso realizar! Não deixe de postar! Abraços e bom internato!

    • Oi Elaine! Não sumirei!! Hahahaha
      Bom, espero que dê tudo certo por aí! Nem sempre é fácil a gente conseguir largar tudo e correr atrás dos nossos sonhos. Mas espero que você seja feliz independente da escolha que tomar! 🙂
      Boa sorte por aí e força!
      Abraços e obrigado pelo comentário!

  5. Deco-san!
    Tudo bem? Primeiramente, gostara de elogiar muito seu site, que além de muito divertido é bem instrutivo (artigos sobre esquindilese hahahahahaha)
    Eu queria um conselho. Eu acabei de sair do Ensino Médio e passei na Santa Casa e Unesp em medicina, Fiquei em 192 de 175 vagas na medicina USP D’: Você acha que rola segunda chamada?
    Depois, queria perguntar se realmente vale a pena fazer Unesp. Não sei, sinto meio vazio de não ir para USP, que sempre foi um sonho meu, e por tão pouca nota de diferença. Por fim, gostaria de perguntar se é possível fazer transferência durante o curso ou se é muito complicado.
    Agradeço desde já, e tenho de dizer que seu site foi uma grande inspiração para mim.

    • Oi Lucas, tudo bem, e você? Obrigado pelo comentário! 🙂
      Bom, primeiramente, parabéns! Chamaram 3 pra segunda chamada 😦 acho que não tem como chamar até o 192. Mas você foi muito bem!
      Transferência é muuuuito complicada! Que eu saiba existe um processo de transferência formal entre a Faculdade de Ribeirão e a daqui de SP, mas transferência externa quase nunca abre vaga. Não entendo como funciona, mas é praticamente impossível. A Unesp é uma boa faculdade, sempre ouço falar bem de lá.
      E aí vem a parte difícil de decisão… Você tem que pesar o que realmente quer. Chegou muito perto esse ano, então a chance de conseguir ano que vem é muito grande! Mas ao mesmo tempo, é uma oportunidade ótima já começar o curso de medicina em uma universidade estadual conceituada. É muito complicado para mim dar uma sugestão para você, porque essa é uma decisão muito grande na sua vida!
      De qualquer forma, com certeza você será muito feliz independente da escolha que fizer! Cursar medicina é muito gratificante!
      Espero que você tome a melhor decisão para si e dê tudo certo por aí!
      Venha me contar qual rumo seguiu depois!
      Abraços!

      • Deco-san!
        Eu acabei decidindo pelo cursinho. Deu um pouco de dó de largar a vaga da Unesp, mas acho que foi a escolha certa, não que a Unesp não seja boa, claro (todo mundo no cursinho fala :”Mas por que você não foi para a Unesp??!!!’ Hahahahaha), porém meu sonho é mesmo entrar na USP e pra isso vale a pena tentar mais um ano. Ainda tinha esperança que abrisse alguma vaga na reescolha, que eu estou em quinto lugar mas não aconteceu. Queria agradecer a sua resposta que me ajudou bastante na minha decisão.
        Abraços!

        • Lucas, que bom! Parabéns pela coragem 🙂 Espero que dê tudo certo!
          Agora é só manter o ritmo que logo mais estará por aqui! Força aí e boa sorte!!
          Abraços

          • Deco-san!
            Acabou de sair a primeira chamada da Fuvest e, depois de um ano de cursinho, eu passei em medicina na posição 65 das 175 vagas! Agradeço pelos conselhos e pelo site, me ajudaram batante!
            Lucas Arjona

  6. Continue escrevendo Deco, quando comecei a ler parei de questionar se abandonaria minha vida profisional ( ja formada). Rumo a medicina….

  7. Esse site Deco… Parabéns por ele cara. É um encontro dos loucos sonhadores e dos sonhadores racionais (existe isso??) pela arte da medicina,enfim, só queria deixar claro que o que fizeste e fazes aqui é bem maior.que imaginas, por isso a gente nota tua falta (hahaha). És um catalisador dos sonhos de todos aqui, o empurrãozinho de leve que ajuda a decidir. De uma certa forma tem muitos sonhos ligados a esse site. Sinto-me alegre de ver o pessoal tendo a certeza de largar tudo e seguir pelo seu sonho, também torço por cada um. “Diário de um estudante de medicina”, quando bati os olhos sabia que tinha que ficar por aqui. E fomos amadurecendo também,e perdão a poética medíocre mas meu papo é medicina (ahahahaha sempre ❤ ) mas sinto como se fôssemos todos companheiros anônimos, sem nunca ver a ninguém, acompanhamos os dramas e tudo mais. Desejo-lhes toda a saúde do mundo, e sem discuros decorados, busquem a vida, busquem esse sonho e, sinceramente, não sei mais, a minha pouca maturidade não tem a experiencia de vida param embasar, mas saibam que esse anonimo aqui. O Dorivaldo, deseja toda força do mundo para voces, aos que largam tudo para fazer da medicina sua vida, aos que tem duvida na faculdade, aos que ainda tem medo de buscar isso. Torcendo pro voces, beijos para os homens e abraços para as mulheres.. Não não, pera… HAhahahahaha

    • E se tiverem preguiça de ler tudo é mais ou menos assim ” não desistam p****, vamos vencer essa bagaça de vestibular e alcançar esse sonho”, no mais, fiquem com Deus

  8. “E TAMBÉM DAS HEMORROIDAS NE MINHA GENTE”

    AHUAHUAHUAHUAHUAHUAHAH como não te amar?

    chatiei que você não colocou um recadinho pra mim na parte da pediátrica, mas totalmente entendo o desejo de anestesiar a criançada. Ruim mesmo são os pós-OP que aí nao tem midazolam que segure.

    Posta sobre o internato quando der tempo <3!

  9. Oi Déco
    Estou adorando ler seu blog…
    Sou medica veterinária, e em busca de novos desafios… irei me aventurar prestando medicina, e por isso vim parar aqui. E aqui fiquei, acompanhando cada aula, cada momento…
    Obrigada

  10. Oi deco sou pre vestibulanda de medicina e gostaria de saber quanto tempo de cursinho voce fez, como foi essa jornada, altos e baixos.. enfim queria umas dicas! beijos da sua grande admiradora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s