Neonatologia, Pediatria Terciária, Pronto-Socorro de Pediatria – 6º Ano

Mudança de endereço: pessoas, mudei o endereço do blog! A partir de agora será: https://registromedico.wordpress.com. Todo o conteúdo desse aqui está lá também! Em breve esse será desativado!


Amigos, antes de mais nada, faltam apenas 20 e poucos dias para chegarmos ao fim. E, obviamente, que eu estou atrasado para escrever aqui. Será que vai dar tempo?

Hoje falarei sobre os estágios de Pediatria do Sexto ano. Além da Pediatria do quinto ano (leia aqui e aqui), que é basicamente a Pediatria “normal” do dia-a-dia, nós temos novamente no sexto ano, mas um pouco diferente. São três estágio: neonatologia, enfermaria e PS do Instituto da Criança (que é um hospital terciário).

Então vamos lá:

1. Neonatologia

Carinhosamente apelidada de Neo, é a especialidade que cuida dos Neonatos (jura?), que, traduzindo, são os bebês de 0 a 28 dias de vida! Depois disso eles viram lactentes e aí os pediatras normais que acompanham.

Bom, eu que tenho muito pouca experiência com bebês (não sei nem segurar um bebê) (quer dizer, não sabia, porque agora eu sei, graças a esse estágio) estava um pouco receoso se iria gostar ou não. A verdade é que eu gostei bastante 🙂

O estágio era dividido em alojamento conjunto, berçário e sala de parto. O alojamento é, na realidade, a Enfermaria de Obstetrícia, onde as mães ficam com os bebês logo depois do parto. Lá ficam os bebês que nascem bem e passam bem o resto do tempo de internação. A gente tem que ir lá, pesar, examinar, abraçar, dar carinho e amor e depois ficar fazendo mil contas de quanto peso ganhou. O berçário é onde as crianças vão caso tenham nascido ruins (prematuros, com dificuldade pra respirar ou qualquer outra coisa) e aí é mais tenso. Mas os bebês em geral ficam bem!

Já a Sala de Parto…

Quando estamos de plantão, nós recebemos um bip. Pois é, aquela coisa de série americana que os médicos usam.

Me sentindo McDreamy
Me sentindo McDreamy

Esse bip decidia tocar nas melhores horas: almoço, janta, 3h da manhã. Ele tocava quando um bebê estava nascendo, e aí tínhamos que correr para o Centro Obstétrico porque mais um ser humano estava chegando no mundo. Era legal, mas depois de um mês com isso, você começa a ter taquicardia quando algo com o som parecido apitava por perto.

Mas enfim, o estágio foi muito bom e deu para aprender muitas coisas, entre elas a segurar um bebê!!

2. Enfermaria de Pediatria Terciária

O Instituto da Criança faz parte do Complexo HC e é um instituto terciário. Ou seja, primordialmente trata de doenças complexas e raras. E, na Pediatria, existem muito mais doenças raras do que na Medicina Geral porque, infelizmente, muitas dessas crianças com essas doenças morrem antes de alcançarem a idade adulta. Então, entre mil Síndromes com nomes estranhas, estávamos nós aprendendo a tratar de crianças numa situação crítica.

Não tenho muito a dizer sobre esse estágio, mas foi lá que eu vi, pela primeira vez, um bebê convulsionar, uma criança parar de respirar, um menino adulterar o exame de urina dele porque ele queria ir embora, e outro também adulterar porque não queria ir para casa.

O que mais sentirei saudades é da máquina de Nespresso que tínhamos na Copa!

IMG_0233_2

3. Pronto-Socoro do Instituto da Criança

Esse foi o último estágio que eu passei, mês passado (não se animem, eu pulei uns meses e vou retomá-los no próximo post) e ainda tenho fresca a memória de crianças chorando e gritando! Lembro que anos atrás, talvez até tenha escrito aqui, achava que pediatria era legal e até pensava como uma opção de especialidade. No entanto, depois desse PS, essa possibilidade, que já era remota, tornou-se totalmente impossível de acontecer!

Eu gosto de crianças! Mas odeio criança doente. E odeio ainda mais criança com manha hahahaha

Mas, por ser um hospital terceirizado, vimos alguns casos bem dramáticos! E, mais uma vez, Pediatria não é pra mim!

Porém, mesmo crianças com doenças ultra raras podem ficar gripadas, com febre, sem comer e com diarreia. E mãe é tudo igual. No fim, a Pediatria trata das crianças e das mães!

Pediatria resumida em poucos CIDs
Pediatria resumida em poucos CIDs

Bom, estamos acabando! Só mais 21 dias e chegaremos ao fim! Postarei mais duas vezes antes de acabar, então preparem o coração!

Anúncios

16 comentários sobre “Neonatologia, Pediatria Terciária, Pronto-Socorro de Pediatria – 6º Ano

  1. Parabéns Deco! Que grande conquista ein?
    Não é facil seguir esse caminho que você tomou(medicina).
    Seu blog me inspira MUITO e me motiva cada vez mais a seguir esse caminho também.(estou na escola).
    Por isso,vim aqui te agradecer de coração pela dedicação e o carinho q você teve em contar para gente o que você passou!
    E principalmente,parabéns pela sua caminhada e pelo seu esforço,te desejo muita felicidade e prosperidade.
    Fica com Deus! Parabéns Doutor!Parabéns Deco! Que grande conquista ein?
    Não é facil seguir esse caminho que você tomou(medicina).
    Seu blog me inspira MUITO e me motiva cada vez mais a seguir esse caminho também.
    Por isso,vim aqui te agradecer de coração pela dedicação e o carinho q você teve em contar para gente o que você passou!
    E principalmente,parabéns pela sua caminhada e pelo seu esforço,te desejo muita felicidade e prosperidade.
    Fica com Deus! Parabéns Doutor!

    • Oi Gabriel! Que bom que eu ajudo de alguma maneira, obrigado pelo comentário! Eu que agradeço por ler as bobagens que escrevo 🙂
      Boa sorte para você e quem sabe nos encontramos futuramente nos corredores de algum hospital!
      Abraços

  2. Deco, 18 dias!! hahaha
    Como está se sentindo faltando tão pouquinho para a formatura? Você já está sentindo alguma nostalgia da sua época de calouro? hahaha

    Beijos.

  3. Oi, Deco! Tudo bem?
    Estou no terceiro ano e ainda estou em duvidas se curso ou não medicina. Eu gostaria de saber quantas matérias obrigatórias vc tinha no início da faculdade? Q horas começavam e que horas terminavam suas aulas?
    Meu sonho é a medicina porém eu faço curso de duas línguas durante a semana, vc acha q a faculdade atrapalharia? Eu sei q é integral, mas tem como diminuir a carga horária pegando poucas matérias?

    Me desculpe pelo excesso de perguntas, sinta-se a vontade para responder somente se quiser.
    Desde já agradeço

    • Oi Beatriz. Se você der uma olhada nos posts antigos, eu descrevo todas as matérias que tive desde o primeiro semestre até agora, o último. As aulas em geral são das 8 ao meio-dia e das 14 às 18h. Mas isso varia de faculdade para faculdade.
      Talvez você não tenha tempo para fazer os cursos de língua a tarde, por exemplo, mas a noite e fim de semana você teria livre para fazer. Não tem como pegar menos matérias. As grades das faculdades dos Brasil não são flexíveis como no exterior.

  4. Boa noite Deco! Bom, sou estudante de Medicina Veterinária, porém, tenho grande vontade de fazer Medicina Humana. Queria saber com você, como foi sua preparação para o vestibular, e como era sua forma de estudar. E se pode me dar algumas dicas nessa questão de estudar para o vestibular.
    Desde já, obrigado!

    • Oi Brenno! Bom, você já passou por um vestibular então já tem alguma experiência. Eu, basicamente, fiz cursinho e segui o material, estudando todos os dias depois das aulas e resolvendo os exercícios. No mais, não fiz nada excepcional! Não tem muitos segredos, exceto estudar bastante mesmo, manter a cabeça sã durante o ano para não surtar e manter a calma na hora da prova! Boa sorte e força aí 🙂

  5. Olá Deco , estou no 2 ano do ensino médio e quero muito me formar em medicina .. Tive meu ensino fundamental todo em uma escola publica que na verdade é muito ruim , o ensino médio fui para uma particular . Queria saber o que fazer , se faço um curso ou vou direto para a faculdade . Não acho que vou conseguir passar no vestibular porque fiz escola publica 80% da minha vida , tem como eu pagar uma faculdade ou precisa fazer uma prova ??? ou o curso ajuda a estudar para as universidades ??

    • Oi Tais! Não entendi que curso que você está se referindo. Se for o cursinho pré-vestibular, ele ajuda bastante para a prova. Mas para ingressar em qualquer faculdade é necessário fazer um vestibular.

  6. Olá Deco, deixo aqui meus agradecimentos por sanar minhas dúvidas sobre querer ou não seguir em frente com o curso de Medicina, ainda estou cursando o ensino médio mas eu tinha muitas e muitas dúvidas sobre partes do curso de medicina, com suas matérias fiquei muito motivada e empolgada, como me ajudou espero ajudar outras pessoas. Obrigada mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s